Candidatar

Convocatória

Data de início: 29-abril-2016 (00:00 CET)

Data de fim: 31-agosto-2016 (23:59 CET)

Guia do candidato

Este documento contém informações detalhadas sobre o procedimento de candidatura. Aconselhamos que o leia cuidadosamente antes de começar a preencher o formulário de candidatura.

 

 

Formulário de candidatura

Este formulário foi concebido para que prepare a sua candidatura de forma fácil e simples, permitindo-lhe introduzir progressivamente os dados e informações requeridas.
Deve começar por criar o seu UTILIZADOR e SENHA. Desde o início, deve escolher o tipo de bolsa à qual deseja apresentar a candidatura para receber o apoio do Programa. Por favor, guarde os seus dados de acesso, uma vez que precisará utilizá-los novamente caso seja selecionado(a).

O formulário de candidatura deve ser preenchido em inglês uma vez que todas as candidaturas válidas serão avaliadas pelas instituições de acolhimento escolhidas.

Tenha em consideração que caso submeta o seu formulário de candidatura e/ou documentos em português, as instituições de língua oficial não portuguesa irão naturalmente rejeitar a candidatura, já que não serão capazes de compreender o conteúdo.

Antes de começar a preencher o seu formulário de candidatura, deve assegurar-se de que tem os conhecimentos linguísticos necessários e que tem todos os certificados requeridos para realizar o programa escolhido na instituição de acolhimento.

Aconselhamos também que leia cuidadosamente o Guia do Candidato e as FAQs antes de começar.

Caso um(a) candidato(a) submeta mais do que uma candidatura, o sistema irá automaticamente considerar apenas a mais recente.
Caso prefira, pode preencher primeiro o formulário do documento Word disponível nesta página, não precisando utilizar uma conexão de Internet por muito tempo. Contudo, tenha em consideração que precisará depois colar a informação no formulário de candidatura online e submete-lo no website antes do prazo limite.
Não serão aceitas candidaturas enviadas por email ou correio postal.

Candidatura - Versão Word (.doc)

 

Sou elegível?

Para ser considerado elegível para uma bolsa EBW+, os candidatos devem cumprir determinados requisitos mínimos. Todos os requisitos são aplicáveis no momento da candidatura.

Critérios gerais para todos os tipos de mobilidade:

  • Ser nacional do Brasil;

  • Ter obtido um grau anterior por uma Instituição de Ensino Superior brasileira;
     
  • Não ter residido, vivido ou realizado a sua atividade principal (trabalho, estudo, etc.) num país europeu por mais de 12 meses (no momento de candidatura) nos últimos 5 anos;
     
  • Não ter usufruído no passado de uma bolsa Erasmus Mundus para o mesmo tipo de mobilidade;
     
  • Ter conhecimento suficiente da língua de ensino na instituição de acolhimento ou de Inglês;
     
  • Estar inscrito num programa de doutorado numa Instituição de Ensino Superior brasileira.

É necessário realçar que, além destes critérios, podem existir outros definidos internamente por cada instituição parceira do consórcio, pelo que os candidatos devem assegurar que confirmam com a pessoa de contato da instituição sobre os critérios de elegibilidade específicos estabelecidos tanto pela sua instituição de origem (quando aplicável) como pela instituição de acolhimento para a qual querem se candidatar.

 

Outra informação relevante

Definição de Grupo-Alvo:
Em função das suas características, todos os candidatos pertencem a um dos três Grupos-Alvo estabelecidos pela Comissão Europeia para o Programa Erasmus Mundus – Ação 2. Cada Grupo-Alvo tem diferentes tipos de bolsas de mobilidade disponíveis.

Grupo-Alvo 1:

  • candidatos inscritos numa das instituições parceiras brasileiras, ou
     
  • candidatos com vínculo formal a uma das instituições parceiras brasileiras

Em ambos os casos os candidatos devem ter o apoio formal da instituição (através de uma carta de apoio formal) para submeter a candidatura.

 

Grupo-Alvo 2:
  • candidatos inscritos numa das instituições não parceiras brasileiras (incluindo as instituições associadas do Projeto EBW+), ou
     
  • candidatos que tenham concluído um grau universitário ou equivalente numa instituição brasileira (parceira ou não) mas que não estejam inscritos no momento de submeter a candidatura, ou
     
  • candidatos que tenham um vínculo formal com uma instituição brasileira que não seja parceira.

No caso de candidatos a intercâmbio (não conducente a grau) e de staff, todos devem ter o apoio formal da instituição (através de uma carta de apoio formal) para submeter a candidatura.

Grupo-Alvo 3:
  • candidatos nacionais do Brasil numa situação particularmente vulnerável por razões sociais e/ou políticas. Por exemplo:
     
    • ter estatuto de pessoa internamente deslocada (IDP, segundo a sigla em inglês), ou
       
    • provar que tenham sido objeto de expulsão injustificada da universidade por questões raciais, étnicas, religiosas, políticas, de gênero ou de orientação sexual, ou
       
    • pertencer a uma população indígena, ou
    • ter ingressado na Instituição de Ensino Superior através do sistema de cotas com base em motivos raciais.

TENHA EM CONSIDERAÇÃO que o Grupo alvo 3 não diz respeito a fatores de ordem econômica. Ser uma pessoa em situação econômica desfavorável não o(a) torna elegível para este grupo.

No caso de candidatos a intercâmbio (não conducente a grau), todos devem ter o apoio formal da instituição (através de uma carta de apoio formal) para submeter a candidatura.